segunda-feira, 11 de maio de 2009

Comer em Luanda.

As pessoas vivem me perguntando qual a comida típica de Angola e eu respondo: é o Funge. Cogumelo (alucinógeno), certo? Errado! Funge consiste em um mingau “cola tenaz” feito de água com farinha de mandioca. Água, farinha de mandioca e mais nada. Sem sal, sem pimenta, sem temperinho erótico-exótico. Eu comi e tive sensação... nenhuma. Nunca provei algo com mais gosto de NADA em toda a minha vida. Nem faz cócegas. É de impressionar. Mas, tenho certeza que deve ser um ótimo fixador de dentaduras.

Os angolanos adouram e tem o mesmo patriotismo que os brasileiros pela feijoada. Comem até abrir o botão da calça. Coisa de cultura, não é mesmo?

Comer em Luanda de um modo geral, é uma verdadeira loucura. Nem pensar em provar espetinho de gato na rua, porque pode ser de rato.

Em compensação, aqui lagosta é bife. Tem lagosta em todo lugar e de tudo quanto é tipo: gratinada, fatiada, defumada, grelhada. Eu que curto uma cultura pop, prefiro a pizza de lagosta (com camarão do Espaço Bahia). Pizza + lagosta = combinação perfeita. Pra ficar melhor só juntando brigadeiro e Ruffles ao recheio. Fica a dica!

Agora imagine que os donos dos restaurantes internacionais em Luanda, são sempre, internacionais. Ou seja, o dono do restaurante italiano é italiano, o dono do restaurante chinês é chinês, o dono do restaurante indiano é indiano, o dono do restaurante árabe é libanês (ops) e o dono do restaurante brasileiro é baiano. Percebe a questão da autenticidade? Nada daquele Doritos com carne louca e molho de pimenta Knor que o mexicano da sua cidade serve (de sombrero). Aqui você conhece no íntimo as peculiaridades culinárias de cada país. Seu cérebro sabe que está em Angola, mas engana sua boca direitinho.
Seu nariz é quem fica meio confuso no processo.


Crédito das Fotos: Rosana da Hora

3 comentários:

  1. Qual é o custo médio de uma reifeição em Luanda? Barato e bom, claro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende do lugar...de usd 5 a infinito

      Excluir